Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca

TSE garante chapa de Gastão Vieira e seu suplente José Antonio Heluy

04/10/2014 • 18:05



De O Estado
– O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem, por unanimidade, não conhecer, por perda de objeto, os embargos de declaração propostos pelo presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, contra decisão da Corte pelo indeferimento do seu registro de candidatura como primeiro suplente de senador na chapa encabeçada pelo candidato Gastão Vieira (PMDB).

A decisão confirma a validade da substituição do petista pelo colega de partido José Antônio Heluy, nos termos do parecer da Procuradoria-Geral Eleitoral, emitido pelo vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio de Aragão. O registro do substituto será julgado pelo TRE do Maranhão.

Ao decidir o caso, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, e o relator da matéria, ministro Henrique Neves, destacaram que o recurso de Monteiro perdeu objeto porque, apesar de ainda contestar decisão da própria Corte Eleitoral, ele já havia sido substituído pela coligação a que pertencia.

“Eu não estou conhecendo dos embargos de declaração, porque se o próprio partido já o substituiu, falece interesse”, destacou Neves. Para o presidente do TSE, o caso é emblemático, por confirmar jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o fato de que os mandatos eletivos pertencem aos partidos, não aos candidatos.

“Se até o mandato de quem já foi eleito é do partido, quanto mais a apresentação do registro de candidatura. Ele [Raimundo Monteiro] foi declarado inelegível aqui pela Justiça Eleitoral, só que não renunciou. Aí o partido trocou, sem a renúncia. Se o mandato é do partido, quanto mais a apresentação do registro de candidatura. Estamos aqui exatamente fortalecendo aquela linha do que foi jurisprudência do Supremo”, pontuou.

Toffoli acrescentou durante a sessão de julgamento que os partidos e coligações não podem ficar “reféns” dos candidatos.

Comentários

Francisco Borges desfaz boatos e confirma apoio a Sétimo Waquim

04/10/2014 • 16:43



Desfazendo a onde boataria e mentiras que estão pregando na imprensa de que teria declarado apoio ao candidato a deputado federal Marco Lago (PTC), fonte do blogdoribinha acaba de confirmar que o suplente de vereador e candidato a deputado estadual Francisco Borges (PSL) continua com seu apoio ao deputado federal Professor Sétimo. Segundo a fonte, foi o próprio Borges que desfez o boato.

Borges disse à fonte que a fato de estar numa imagem ao lado do líder comunitário Raimundo Pé de Pequi e o vereador Marco Lago não significa apoio à sua candidatura. Ele refutou qualquer informação a respeito de apoio político e confirmou que está formando chapa com Sétimo em Timon.

Portanto, está desfeita a mentira.....

Comentários

Ex-vereadores confirmam apoio a Socorro Waquim

04/10/2014 • 11:14


Jorge, Filho do vereador Milton, confirma apoio a Socorro Waquim

Atribuídas como adesões ao candidato a deputado estadual Edivar Ribeiro, os ex-vereadores Joãozinho da Farmácia e Milton da Rua 100, fizeram o desmentido da informação à coordenação de campanha da candidata Socorro Waquim.

Os dois ex-vereadores continuam firmes com o apoio a eleição da ex-prefeita Socorro Waquim, “por considerá-la capaz de representar o povo timonense na Assembleia Legislativa”. Segundo Joãoziinho da Farmácia, “Socorro tem dado provas de sua capacidade como administradora e legisladora, durante todo esse tempo em que deixou o poder, nada foi feito nos dois setores da política em benefício do município”, disse Joãozinho, no que também concorda o vereador Milton da Rua 100.


Joãozinho da Farmácia confirmando apoio a ex-prefeita



Sétimo consolidou-se na preferência do eleitorado

Quem anda pela cidade de Timon pode observar que o deputado federal Professor Sétimo é o que apresenta a maior visualização de campanha entre os candidatos a deputado federal.

Nem Zé Reynaldo, o candidato do prefeito Luciano Leitoa, que tem uma enorme estrutura a seu favor conseguiu visualizar tão bem sua campanha.

Sétimo também é o que, mais objetivamente têm mais apoio na cidade, pois destinou várias emendas para o município que se transformaram em obras concretas, exemplos disso, é a UPA, o IFMA e o Corpo de Bombeiros, que hoje funcionam com grande poder de resolutividade no município.

A UPA, por exemplo, tem sido a grande salvadora de vidas em Timon, enquanto que o IFMA mudou completamente o setor educacional do município com a capacitação de jovens e adultos.

Mas se todas essas obras são importantes, o Corpo de Bombeiros, que foi totalmente equipado com recursos de emendas do parlamentar timonense, tem a sido o “menino dos olhos dos timonenses”, pois a iniciativa do deputado trouxe um grande apelo para o crescimento e desenvolvimento do município.









Troca-troca prejudicou candidatos de fora

A inconstância das candidaturas a deputado federal apresentada durante a campanha pelo candidato a deputado estadual Edivar Ribeiro vai, acabar, não só prejudicando seu futuro político, mas também o seu presente.

Depois de fazer festa no início da campanha para anunciar que apoiava Fábio Gondin (PT), para federal - que cumpriu todos os acordos com Edivar Ribeiro-, o ex-vice-prefeito mudou, e termina campanha com Rubens Júnior (PCdoB), mas apesar disso, muitos de seus apoiadores preferem votar nos candidatos de chamados “prata de casa”.

Edivar também trocou o senador Gastão Vieira pelo vice-prefeito de São Luis Roberto Rocha, para senador do Maranhão.

Outro erro no percurso de Edivar Ribeiro foi declarar apoio de última hora ao candidato Flavío Dino, se juntando no mesmo palanque com Chico Leitoa e Luciano Leitoa, seu ferrenho grupo opositor na eleição de 2012.

Mas, diante de tudo isso, há quem diga, que o ex-vice-prefeito só está fazendo o caminho de volta, pois foi através desse grupo que foi inserido na política timonense oriundo das bandas de Matões.

Por outro lado, há quem opine, que seu retorno ao grupo, mesmo que indiretamente, é virar às costas para aqueles que mais lhe deram oportunidades. De vereador eleito pelo grupo dos leitoas, Edivar, no grupo de Socorro Waquim, foi eleito presidente da Câmara, vice-prefeito, administrou uma das mais importantes secretarias e foi o candidato do grupo a prefeito de Timon. E só não ganhou, porque preferiu usar de métodos subterfúgios para conseguir apoio político, mas isso aí é outra história, que todo mundo sabe.



Socorro Waquim está em todas as listas dos prováveis eleitos

Apontada em todas as pesquisas como provável eleita, Socorro Waquim estabeleceu sua marca de campanha do início até o fim dentro da coerência que lhe é peculiar. Caminhado e conversando com o povo de Timon.

Com muito pé no chão e “sem salto alto”, a Professora Socorro Waquim, mesmo apontada como líder em todas as pesquisas, fez uma campanha defendendo sua bandeira ideológica e todos os candidatos de sua coligação e partido.

Foi convidada por aliados do passado a subir em seus palanques, não se fez de rogada, mas assumi seus compromissos políticos de votar: primeiro em Sétimo Waquim, não por ser seu marido, mas pela coincidência de ser o deputado único que trabalhou por Timon, durante as suas gestões e deixando alocados recursos que garantiram a implementação de obras para a atual gestão do prefeito Luciano Leitoa, como: a construção das creches, o corpo de bombeiros, construção de quadras poliesportivas e asfaltamento de ruas de Timon, através de convênios assinados como o Ministério do Turismo, na gestão do peemedebista Gastão Vieira, dentre outros benefícios.

Além de tudo isso, a ex-prefeita manteve ao seu lado todos os apoios que queriam permanecer com ela, e através de suas gestões compartilhadas abriu espaços para novos nomes, que mesmo com baixa densidade eleitoral, preferiram, ao invés de apoiá-la, aventurar-se no processo eleitoral.

Sobre isso, a professora disse em vários de seus discursos que o exerceu a democracia em toda à sua plenitude, por isso é considerada uma líder política em todo Maranhão.



Líder de si mesmo

Falando sobre o surgimento de novas lideranças em Timon, Socorro Waquim disse que o processo democrático abre esse espaço para o surgimento de novas lideranças, mas é bom que se observe o processo que vem com a consolidação de um projeto político, uma liderança não surge somente porque fez uma carreata ou uma motocada, o líder é líder de seus propósitos e não simplesmente porque fez esse ou aquele evento político em época de eleição, disse ela em sua fala de encerramento de campanha.

Comentários

Paula

postado:
04/10/2014 - 15:46
Agora tem, tem Professora Socorro Deputada Estadual; sorrir que doe menos...

nayanne

postado:
04/10/2014 - 15:38
minha deputada, amanhã terei o prazer de votar pra vc, pro prof. sétimo, e os demais da chapa vc foi a prefeita q mais fez por Timon e tenho certeza q como deputada fará pelo Maranhão...

voto 15147 messssmo!!!

mbthe@bol.com.br postado:
04/10/2014 - 14:06
Socorro estamos com voce, que Deus ilumine mais essa jornada.confiamos no seu trabalho.

telva

telvaroque@hotmail.com postado:
04/10/2014 - 12:56
o meu alexandre almeida vai ser eleitos ele e o melhor pra timon nunca usou nome e padrinho de ninguem

Filho de presidente do TCE recebia pelo gabinete de deputado comunista

03/10/2014 • 21:14



As relações de Edmar Cutrim, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), com o candidato comunista Flávio Dino e o PCdoB, vão além das chantagens e pressões a prefeitos e vereadores com processos no tribunal, como denunciado ontem pelo senado Edison Lobão, candidato do PMDB ao governo estadual.

No áudio em que Edmar Cutrim aparece listando prefeitos que ele já “conversou” para apoiar Flávio Dino, estão os deputados estaduais Raimundo Cutrim e Rubens Pereira Júnior, ambos do PCdoB.

Líder da oposição na Assembleia Legislativa, Rubens Júnior empregava em seu gabinete até março deste ano Glalbert Nascimento Cutrim, filho de Edmar Cutrim, e candidato a deputado estadual pelo PRB. Rubens Pereira Jr é filho da prefeita Suely Pereira, prefeita de Matões, que tem processos julgados pelo TCE.

Glalbert Cutrim recebia salário do gabinete do deputado do PCdoB, sem jamais ter aparecido para trabalhar na Assembleia Legislativa.

Ex-servidor do deputado comunista na Assembleia, Glalbert Cutrim informou a Justiça Eleitoral ser empresário. Mas, em sua declaração encaminhada à Justiça Eleitoral não consta a participação societária em nenhuma empresa.

O servidor fantasma do gabinete do deputado do PCdoB, disse possuir um patrimônio de R$ 834 mil, frutos de três salas comerciais num edifício ainda em obras em São Luís e de três veículos e nenhuma quota de empresa.

As relações íntimas de Edmar Cutrim, com os ‘vermelhos” do PCdoB, são mais fortes do que apenas chantagear prefeitos e vereadores a votarem no comunista Flávio Dino.

Comentários

edimilson

edimilson-65sousa@hotmail.com postado:
04/10/2014 - 12:13
dias atras glauber cutrim era palco de noticias agora so denuncias as vezes cooerencia falta em muitas pessoas o povo venceu livres somos

João Carlos

postado:
04/10/2014 - 09:51
Vamos lá galera é 12300, 4040, 400 e 65 na cabeça...´o/

postado:
04/10/2014 - 09:15
INFELIZMENTE VIVEMOS PIOR QUE NOS TEMPOS DA DITADURA. ESSES HOMENS TRAVESTIDO DE DEMOCRÁTICOS SÃO OS PIORES CORRUPTOS DO MUNDO. ISSO É UMA VERGONHA !

PMDB denuncia presidente do TCE ao STJ. Quer o afastamento de Cutrin

03/10/2014 • 17:19



Advogados do diretório nacional do PMDB deram entrada agora há pouco, no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, em Queixa-Crime contra o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Edmar Cutrim.

Flagrado em uma gravação em que explica a lideranças do PCdoB maranhense como faz para pressionar prefeitos a apoiar o candidato comunista Flávio Dino, Cutrim é acusado pelos crimes de Tráfico de Influência e corrupção ativa e passiva.

Na ação, o PMDB pede o afastamento imediato do conselheiro do comando do TCE.

Além de cópias e transcrições da gravação, o PMDB anexou também cópias da nomeação de Glalbert Cutrim, filho de Edmar e candidato a deputado estadual, no gabinete da liderança do PCdoB na Assembleia Legislativa, Rubens Pereira Júnior, cujo pai estava na sala com o conselheiro no momento da gravação.

A revelação de que Glalbert Cutrim era nomeado no gabinete comunista é mais uma prova de que o presidente do TCE usava do cargo para obter benefícios.

O PMDB espera que Edmar Cutrim seja imediatamente afastado do cargo…(doblogdomarcodeça).

Comentários

telvaneide

telvaroque@hotmail.com postado:
04/10/2014 - 10:32
por isso voto no alexandre almeida nao e filho de politico nao usa sobrenome de ninguem se fez sozinho esse tem carater nao precisa de sobrenome e ser filho de politico ele merece o meu voto

Leitor

postado:
03/10/2014 - 17:36
Essa eleição vai render até o final do ano
  1. «
  2. ... 
  3. 16
  4. 17
  5. 18
  6. 19
  7. 20
  8. 21
  9. 22
  10. ...
  11. »
ENVIE SEU COMENTÁRIO
COMPARTILHE COM AMIGOS

O Portal AZ é apenas o meio contratado para divulgação deste material.
Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro.
O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial da empresa.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2009